} -->

Alcance sua paz interior, através do equilíbrio energético e auto conhecimento.


*Equilíbrio dos chacras *Equilíbrio áurico *Florais de Saint Germain *Tarot *Numerologia *Reiki







Contato: 55-16-92328759








terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Sonhar é preciso...

Manter seus sonhos é a alavanca para que se tornem realidade...
Ouse...Sonhe alto...Acredite em você e no Universo...A isso chamamos Fé...E a Fé é o combustível que faz seus sonhos andarem....
Quem não sonha, não vive!
Aprenda que você é o escritor de sua história...Qual o papel que você quer desempenhar no palco da Vida?
Escreva, a cada dia, uma nova página....
Ouse, Sonhe e faça acontecer!
Bom Dia Iluminado!

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

COMPAIXÃO



Para os filósofos budistas, existem cinco tipos de compaixão e conhecê-las é o primeiro passo para colocá-las em prática.
A primeira é a compaixão azul. Ela acontece quando percebemos as qualidades do outro e os ajudamos a desabrochá-las.
Já a compaixão amarela está ligada a generosidade, à quando ao ajudar alguém, damos oportunidades ou oferecendo meios materiais para que a pessoa possa sair daquela situação difícil. É uma ajuda prática que pode envolver dinheiro, comida ou trabalho.
Na compaixão vermelha, nossa principal atitude é tentar despertar a força interior da pessoa que está passando por uma dificuldade. É dar estímulo, promover sua alegria ou direcioná-la na construção de uma nova vida.
A compaixão verde é enérgica. quando, por exemplo, vemos uma criança puxando uma toalha com uma caneca de leite fervente em cima e não gritamos, ela pode se queimar gravemente. Quando gritamos: Não faça isso!, nós somos duros para o bem dela. Isso também é compaixão.
A última forma de compaixão, segundo prega o budismo, é a branca. Nela oferecemos nosso lado amoroso e compassivo. Porque se não oferecemos amor, todas as outras formas de compaixão ficam quase sem sentido.